No último dia 26, Saoirse Ronan falou à Entertainment Weekly sobre seu mais recente filme: Lady Bird, dirigido por Greta Gerwig e indicado ao Oscar de Melhor Filme. Para ela, a personagem a qual interpretou foi capaz de ensiná-la sobre a vida e proporcionou uma reflexão maior sobre a relação com sua mãe. Nossa equipe transcreveu alguns trechos dos vídeos, confira:

Lady Bird foi uma dessas experiências em que todo momento era uma espécie de percepção, pois estamos conhecendo-a em um ponto de sua vida onde ela estava descobrindo a si mesma e às coisas, então, você sabe, quando você é criança você imita seus pais ou você experimenta diferentes personagens, eu sinto que é mais ou menos isso que Lady Bird faz, e você vê que dependendo de com quem ela está, ela se adapta à situação. Eu quero dizer que isso soa como uma descoberta para mim. Eu a entendo nas cenas com seus pais, com Julie e com todas as pessoas as quais ela é próxima, pois ela pode ser ela mesma, e as cenas com Mary nos mostra muito como é a relação entre as duas e do lugar onde vivem. Nós colocamos tanta pressão sobre nós mesmos, querendo ter todas as respostas e prever o que vai acontecer depois, eu sei, eu faço isso, eu tento me preparar para algo que vai acontecer num futuro distante para tentar manter algum controle sobre aquilo, e o que eu gosto na Lady Bird é que ela é um livro aberto que está preparada para qualquer coisa; você sabe que ela terá uma vida cheia de pessoas, experiências interessantes e coisas do tipo. Eu acho que isso com certeza me ensinou muito, e eu tenho uma relação muito próxima com a minha mãe, mas definitivamente sou mais grata por isso hoje.

Greta Gerwing, diretora do longa, foi indicada ao Oscar de melhor roteiro e direção, sendo a única mulher a concorrer nestas categorias. Questionada sobre seu trabalho em Lady Bird, Saoirse a elogiou:

Eu acho que quando você está lidando com um assunto como este, há apenas um nível de compreensão e sensibilidade que precisávamos e que um homem não faria. Para mim, a razão pela qual o conjunto foi tão bem executado foi porque Greta é uma grande líder. Mesmo que fosse algo difícil, nós conseguimos fazer pois ela estava lá e acreditou que podíamos.

Como estamos em uma era onde as mulheres vêm conquistando seu espaço e investindo em cargos dominados por homens, Saoirse fala sobre o impacto e o futuro de projetos dirigidos por mulheres, como Lady Bird:

Isso só começará a ter impacto na indústria quando mais projetos e scripts começarem a sair, e eu espero que comecem a entrevistar mais roteiristas e diretoras, que sintam que eles só precisam dar mais chances, então eu espero que esses projetos se desenvolvam, mas o impacto vai levar tempo. Quando Bridesmaids (Missão Madrinha de Casamento, cujo roteiro foi escrito por mulheres) foi lançado,  foi tão incomum, mas eles apenas compararam com The Hangover (Se Beber, Não Case!). Eu sempre penso nisso, mas eu realmente acho que a TV nos ajudou muito, sabe, como Jane Campion, Amy Poehler… Todas essas mulheres incríveis são o caminho.

‘Lady Bird’ tem lançamento previsto para 15 de fevereiro no Brasil.

 

Posts relacionados: