O próximo truque da indicada ao Oscar? A adaptação do clássico de Chekhov, estrelando junto de Annette Bening e Elizabeth Moss.

É até engraçado ouvir as palavras “Como é ser famosa?” saindo da boca de Saoirse Ronan, indicada três vezes ao Oscar que encantou Hollywood com sua performance em Lady Bird ano passado. Essa fala, no entanto, faz mais sentido no contexto da adaptação de The Seagull do diretor Michael Mayer, que estrela Ronan como Nina Zarechnaya, uma moça desafortunada e ingênua que sonha em se tornar uma atriz.

Nesse clipe exclusivo do filme (assista aqui), temos um gosto da Nina de Ronan com toda sua ingenuidade ao discutir seus sonhos com o personagem de Corey Stoll, Trigorin, um famoso escritor mediano e foco da afeição de Nina. Embora adaptar uma obra tão forte da dramaturgia como a de Chekhov não seja fácil, o elenco de estrelas do filme certamente funciona: o longa ainda inclui Elisabeth Moss, Annette Bening e Billy Howle. A esperada adaptação estreia no Festival de Filmes de Tribeca neste sábado; A Sony Pictures Classics irá lançar o filme em 11 de Maio.

Fonte | Tradução & Adaptação: Equipe Saoirse Ronan Brasil

 

Com o crescimento da carreira da atriz Saoirse Ronan, cada dia que passa existe uma demanda maior de atualizações e devido a isso o site precisa de ajuda para se manter ainda melhor para os fãs. Antes de se inscrever, esteja ciente de que é um trabalho voluntário, onde a pessoa que se comprometer com o cargo deverá ter responsabilidade.

Leia sobre as vagas e candidate-se:

Legender: Responsável por traduzir e legendar vídeos para nosso canal no YouTube/Vimeo. É necessário conhecimento em editor de vídeo, nível intermediário em língua portuguesa e inglesa e ter tempo livre para legendar.

Social Media: Responsável por cuidar das nossas redes sociais, mais especificamente das nossas páginas no Facebook e Instagram. Não é necessário conhecimento de inglês, apenas português, para passar informações certas e disponibilidade de tempo para manter as páginas atualizadas.

Envie o formulário abaixo com o assunto “Vagas Saoirse Ronan Brasil” para o nosso email: contato@saoirseronanbr.com ou mande para nossa DM no Twiiter

Nome:
Idade:
Vaga que deseja (Social Media ou Legender):
Tempo Disponível:
Nível de inglês:
Participa de outro site? Qual?
Onde te encontrar? (twitter/facebook):
Porque gostaria de fazer parte da equipe do SRBR?

Paul Ronan, pai de Saoirse, disse ao RTE que está “um pouco desapontado” dela não ter levado para casa o Oscar na noite de domingo (4), mas que está “orgulhoso de Saoirse por quem ela é, não por um prêmio ou seu talento como atriz.” Confira:

Com 3 indicações ao longo da carreira, Saoirse foi indicada à categoria de melhor Atriz na cerimônia esse ano por seu papel em Lady Bird, com a vencedora sendo Frances McDormand, a estrela de Três Anúncios Para um Crime.

Embora decepcionado por sua filha, a estrela de Fair City diz que “perder é a palavra errada a se usar.”

“Eu estava um pouco desapontado por Saoirse quando ela perdeu para Frances, entretanto perder é a palavra errada a se usar,” ele disse.

“É sua terceira indicação ao Oscar, e isso, para muitos atores seria um sonho realizado. Em cada uma das vezes em que foi indicada outra atriz maravilhosa levou o prêmio, então eu nunca diria que ela foi roubada ou algo do tipo. Ela é abençoada por estar competindo com pessoas tão incríveis, e olha, ela só tem 23 anos.”

Anteriormente, Saoirse foi indicada por seus papéis em Atonement e Brooklyn, e Paul disse que a melhor recompensa é o crescimento no trabalho que vem quando você ganha uma indicação ao Oscar.

“A coisa boa sobre premiações e ser indicado é o potencial trabalho que isso pode lhe trazer, atores amam seus trabalhos e o melhor prêmio é mais trabalho, bom trabalho e experiências em um campo muito competitivo. Estou orgulhoso de Saoirse por quem ela é, não por algum prêmio ou seu talento como atriz,” ele disse.

 

Fonte | Tradução e Adaptação – Equipe Saoirse Ronan Brasil

Saoirse Ronan concedeu uma entrevista ao jornal Irish Times em 17 de Fevereiro, onde falou sobre fama, os escândalos de Hollywood, e o referendo do aborto na Irlanda. Confira:

Você não iria adivinhar que Saoirse Ronan carregou as expectativas de uma nação em seus ombros estreitos. A arte de ser Saoirse é, possivelmente, a arte de não parecer desconcentrada. Sua atuação esconde seus esforços. Ela parece flutuar atrás de performances em ondas de despretensiosa sinceridade. Sem aparecer em escândalos, fazendo barulho ou expondo opiniões agressivas, ela assegurou três nomeações ao Oscar antes de completar 24 anos. (Jennifer Lawrence é a única outra pessoa a ter conseguido esse feito)

Sua participação em Atonement lhe rendeu uma indicação a melhor atriz coadjuvante em 2008. Dois anos atrás, em um ano memorável do cinema irlandês, ela recebeu uma indicação para melhor atriz por Brooklyn. Agora, concorrendo na mesma categoria por interpretar uma adolescente com temperamento difícil no maravilhoso Lady Bird de Greta Gerwig, ela tem a sua melhor chance de levar o prêmio.

Quando a conheci, tinha acabado de me encontrar com o também indicado Daniel Kaluuya em outra festa da imprensa. Ele me pediu para dizer ‘oi’.

“Ah, eu o amo,” ela gaguejou. “Eu disse para ele outro dia: ‘Você não parece nenhum um pouco desconcentrado por isso.”

Ele não parece desconcentrado? E ela? Desde que a temporada de premiações começou no começo do outono, realizou cada aparição na mídia com uma classe genial que não se pode simplesmente fingir. Ela parecia completamente inabalável.

“Bem, você precisa fazer se é capaz,” ela diz. “Mas você também precisa ser uma pessoa segura o suficiente. E você precisa de pessoas ao seu lado para que digam: ‘Lembre-se de quem você é.’ É muito fácil de ficar envolvido nisso. De ser consumido por isso. É tudo que estamos fazendo no momento. Para mim, a coisa boa é que é minha segunda vez adequada.”

Ronan tinha 13 anos quando foi indicada por Atonement. Então ela não foi empurrada através de toda a a rigorosa manopla de prêmios.

“É, pela segunda vez e meia. Ha ha! Tendo passado por tudo isso, você sabe que quando março acabar irá avançar para a próxima coisa. Nesse estágio, parece que isso vai continuar para sempre.”

Leia mais